Dicas de congelamento e descongelamento de alimentos

Pratos prontos para o congelamento

Pratos prontos para o congelamento

Ontem houve muitas dúvidas sobre o congelamento e descongelamento de alimentos. Então prometi que hoje sairia um post totalmente voltado às dicas de como realizar estas operações de modo que o resultado final seja satisfatório e que a comida levada à mesa seja gostosa e nutritiva.

1. Como congelar não melhora a condição do alimento, é fundamental que se escolha alimentos em ótimo estado. Só assim você assegura a qualidade do que irá consumir;

2. Tanto alimentos crus quanto os preparados devem ser muito bem acondicionados para ir ao freezer. Utilize embalagens limpas, de preferência rígidas e com tampa vem vedada;

3. Se houver de ar no interior da embalagem, ele se transformará em cristais de gelo depois de congelado e isso prejudica e “queima” o alimento. Por isso a embalagem deve ser proporcional à quantidade de alimento para que sobre o mínimo de espaço e, consequentemente, a menor quantidade de ar possível dentro dela;

4. Depois de embalado, o alimento deve ser congelado o mais rápido possível. Deixá-lo repousando em temperatura ambiente aumenta muito a possibilidade de proliferação de bactérias. E ninguém quer passar mal com a comida. O ideal é preparar o alimento e ainda enquanto ele estiver bem quente resfriá-lo rapidamente. Isso você faz mergulhando a panela numa mistura de gelo e água. Aí é só embalar e congelar imediatamente;

5. Ainda sobre a temperatura do alimento, tampe a embalagem somente quando ele estiver frio. Alimentos quentes produzem vapor que, ao bater na tampa, transforma-se em água que congelada virará cristais de gelo. E não queremos estes intrusos dentro das nossas embalagens;

6. Nunca deixe de etiquetar as embalagens com o nome do alimento e a data. O nome é porque depois de congelado, tudo parece ficar igual dentro das embalagens e a data para que você consuma o é mais velho antes do que foi produzido recentemente;

7. Alimentos como carne, frango ou peixe crus devem ter 2 ou 3 camadas de filme plástico na embalagem para dificultar que se rasguem no freezer e exponha a carne diretamente ao ambiente. Isso, além de “queimar” a carne, aumenta o risco de contaminação;

8. Congele os alimentos em porções pequenas. É melhor descongelar duas porções menores do que uma grande e sobrar, já que alimentos descongelados não devem ser recongelados;

9. Vegetais crus podem ser congelados desde que não devam ser consumidos crus depois de descongelados. Faça um branqueamento neles (coloque-os na água fervendo por alguns instantes e imediatamente depois numa mistura de água e gelo), embale e congele;

10. Frutas podem ser congeladas cruas mas devem ser utilizadas em bolos, sucos, geleias e vitaminas depois de descongeladas;

11. Ervas frescas devem ser congeladas mergulhadas em azeite e, depois de descongeladas, utilizadas com ele;

12. O ideal é que carnes cruas sejam descongeladas na geladeira. Isso leva cerca de 5 horas e evita a contaminação por bactérias.

13. Pratos prontos como molhos, massas, carne de panela podem ir diretamente à panela ou ao forno. A temperatura deve ser a mínima e deve ser acompanhado para que o alimento não queima nas bordas e ainda fique gelado no centro.

14. Microondas são recomendados apenas quando a porção é bem pequena.

Alimentos que congelam bem

Alimentos que congelam bem

O que NÃO deve ser congelado:

1 Ovos com casca (estouram). Gemas ou claras separadas podem ser congeladas;

2. Iogurte, maionese, chantilly, creme de leite (tendem a separar a gordura e ficam com aparência de talhados ao descongelar);

3. Batata crua ou cozida em cubos (se esfarelam depois de descongeladas). Purê de batata congela bem;

4. Preparações engrossadas com amido de milho (molhos, pudins e manjares) separam a água e parecem talhados.

Pratos prontos para o congelamento

Pratos congelados

Alimentos coringa para se ter no freezer:

Molhos de tomate: sugo, bolonhesa, calabresa, com pedaços de carne, de atum…

Molhos brancos: bechamel, de queijos, de gorgonzola, de ementhal…

Carnes com molho: carne de panela, picadinho, estrogonofe, bife a rolê… (as que tiverem legumes na receita o ideal é congelar sem legumes e acrescentar legumes frescos na hora de aquecer)

Massas: canelone, lasanha, rondeli recheados e com molho. Panquecas eu prefiro congelar sem molho e colocar o molho na hora de servir, acho que a massa absorve muito o molho e fica grudenta.

Feijão, lentilha, grãos (7 cereais, quinoa, couscous marroquino, todos sem nada, só o grão cozido, os legumes ponho na hora de aquecer)

Bifes ou filets de frango a milanesa (embalados 1 a 1). Pode colocá-los ainda congelados para fritar;

Carnes recheadas e assadas como lagarto ou lombo suíno

Carne moída refogada, almôndegas, polpetone, escondidinho, hambúrguer ou meatloaf;

Sopas, cremes e caldos;

Bifes, filets de frango ou peixe com molho.

Dicas da Clau:

– Se for preparar grande quantidade de um alimento para congelar, procure por menos tempero e, principalmente menos sal do que costuma. Os sabores tendem a se acentuar no freezer;

– Se ao descongelar ou aquecer perceber uma aguinha no fundo da embalagem ou refratário, simplesmente, retire-a com uma colher ou virando a embalagem;

– Não encha demais o freezer. O ar gelado precisa circular para manter tudo na temperatura ideal à conservação dos alimentos.

Anúncios

14 pensamentos sobre “Dicas de congelamento e descongelamento de alimentos

    • Oi Magna. O cuscuz marroquino eu congelo normalmente. Coloco num pote bem vedado e levo ao freezer. Só tome cuidado para que o pote não seja grande demais. Quanto mais cheio ele ficar, menos cristais de gelo se formarão. Já o cuscuz paulista eu nunca tentei congelar. Não saberia dizer. Um beijo, Clau.

      Curtir

  1. Muito obrigada pelas dicas de graça.
    Só encontro cursos pra pagar.
    Quero iniciar um pequeno negócio de comida congelada,mas, não tenho dinheiro e os cursos que vi tem que pagar.
    Agradeço as dicas.
    Obrigada.

    Curtir

    • Folhas cruas não dá, cozidas como folhas de brócolis ou de escarola você consegue. Só deve colocar numa peneira para descongelar para não ficarem encharcadas. O tomate, se você congelar dá para fazer molho depois, não dá para consumir em saladas. Um abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s