Ceia de Natal I: organização e cálculo da comida

IMGP4664

Vai receber família e amigos para a ceia de Natal e tem receio de que algo saia errado?

Na minha opinião, a ceia de Natal é o jantar mais importante do ano. Há pratos que só servimos nesta data e, por isso, esperamos o ano todo para comê-los novamente.

Por isso, não deixe de incluir algum prato tradicional como um peru ou tender, por exemplo, no seu cardápio.

Para que a ceia seja um sucesso, a primeira coisa a fazer é organizá-la. Siga os passos que vou enumerar e tenho certeza de que tudo será um sucesso.

Antes de qualquer coisa, é imprescindível saber o número de convidados e se há alguém com alimentação especial. Geralmente, quem vem à nossa casa numa data dessas é familiar ou amigo muito próximo. Mas, se você não conhece muito bem todos os seus convidados, não hesite em perguntar sobre restrições alimentares para não ficar constrangido depois. Convidados vegetarianos, alérgicos a determinadas comidas ou diabéticos precisam ter opções para compartilharem o jantar com os demais convidados. Agora, pessoas em dietas puramente estéticas não precisam ser contempladas diretamente, elas sempre acharão alguma coisa menos calórica para comer ou, o que é mais provável, vão comer de tudo sem restrições.

Outra coisa, não há nenhum problema em combinar com os convidados para cada um trazer um prato. Assim não fica pesado para ninguém.

Depois, é elaborar o menu pensando na informações que você já obteve. É aconselhável  não fazer comidas muito exóticas, que apenas um ou dois convidados comerão. Aposte nas opções que agradam o maior número de convidados possível.

Em festas cada convidado come, normalmente, 500gr de comida no total. Entretanto, como a ceia natalina tem uma duração maior que as outras festas, a tendência é que se coma mais do que esta quantidade.

Quanto à variedade, sugiro:

  • Finger foods e tira gostos: 4 a 6 tipos;
  • Entradas e saladas: 2 ou 3 tipos;
  • Carnes e peixes: 2 ou 3 tipos;
  • Massa e/ou torta: 1 tipo;
  • Acompanhamentos: 2 ou 3 tipos;
  • Sobremesas: 2 ou 3 tipos além de frutas frescas variadas

E as quantidades (pax significa pessoa ou comensal)*:

  • Aperitivos: patês (100gr/pax), castanhas e frutas secas (100gr/pax), finger foods (4 a 6 unidades/pax), queijos ou frios (100gr/pax);
  • Entradas: salada verde (80gr/pax), salpicão ou salada de maionese (100gr/pax), salada de grãos ou couscous marroquino (150gr/pax);
  • Carnes e aves: 250gr/pax
  • Acompanhamentos: arroz (100 a 150gr/pax), farofa (60 a 80gr/pax), vegetais em geral (100gr/pax);
  • Massa e/ou torta: 200 a 250gr/pax
  • Sobremesas: doces (150gr/pax), sorvete (pote de 2l: 6 pax).

* Como quem já teve buffet por vários anos, sugiro fazer o cálculo de acordo com o cardápio escolhido e acrescentar 20 a 30% nas quantidades para ter uma margem de segurança, faça isso especialmente nos itens que você sabe que seus convidados gostam mais.

Bebidas (1 garrafa de tamanho usual)

  • Refrigerante (1/2l /pax)
  • Vinho (4 a 6 pax);
  • Cerveja (garrafa grande) (2 pax)
  • whisky (10 a 15 pax)
  • Espumante (3 pax)

Obs. Para o cálculo de bebidas alcoólicas não conte as crianças ou pessoas que sabidamente não bebem. Já para o cálculo dos refrigerantes, conte todos os convidados.

Na próxima publicação trarei sugestões e receitas de tira gostos e finger foods para todo mundo esperar a ceia comendo muidezas gostosinhas. Aguardem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s