Peixes e frutos do mar

Como a Páscoa de aproxima, selecionei algumas receitas com peixes e frutos do mar para todo mundo se deliciar nos encontros de família.

Peixe com molho de camarão

Peixe com molho de camarão

1. Bacalhoada de forno

Para 1kg de lombo de bacalhau utilizei 800gr de batatas, 4 pimentões, 6 cebolas médias, 1 xícara de azeitonas verdes, 5 tomates e 500ml de azeite extra virgem.

Cozinhe rapidamente o lombo de bacalhau e reserve. Na mesma água cozinhe as batatas em rodelas até que elas fiquem macias mas sem desmanchar.

Fatie e refogue os pimentões em azeite e reserve. Faça o mesmo com as cebolas.

Faça camadas com os ingredientes pré-preparados. Eu as fiz na seguinte ordem: azeite, batatas, sal, pimenta do reino, azeite, tomates, sal, pimenta do reino, azeite, pimentões, sal, pimenta do reino, azeite, cebolas, sal, pimenta do reino, azeite, azeitonas, bacalhau e azeite. Polvilhei um pouquinho de salsinha desidratada sobre o bacalhau só para ficar bonitinho.

Leve ao forno alto até o bacalhau começar a ficar dourado.

Retire do forno e sirva imediatamente acompanhado de brócolis e arroz branco.

2. Bacalhau com natas

uma vez eu estava voltando de Lisboa e uma senhora portuguesa sentou ao meu lado no avião e passou esta receita de bacalhau com natas. Disse que era a receita da família dela. Desde que fiz pela primeira vez, família e amigos nunca mais me deixaram fazer outra. Ela é assim:

Cozinhe espinafre no vapor, esprema para eliminar o líquido.

Forre o fundo do refratário que vai utilizar para o bacalhau com o espinafre, tempere com sal e azeite.

Cozinhe batatas descascadas e em rodelas médias em leite com um pouquinho de sal. Assim que elas ficarem al dente, retire-as do leite e coloque as batatas sobre o espinafre. Corrija o sal e tempere com azeite. RESERVE o leite (1).

Ferva o bacalhau dessalgado no leite das batatas. Retire o bacalhau e RESERVE o leite (2).

Desfie o bacalhau, eliminando pele e espinhas. Faça um refogado com bastante azeite e alho picado, cebola fatiada, bastante cheiro verde e bastante azeitona verde. Coloque sobre as batatas.

Com o leite que sobrou, faça um molho branco. Derreta manteiga numa panela, polvilhe farinha em forma de chuva sem parar de mexer e deixe a farinha cozinhar (uns 2 ou 3 minutos). Coloque o leite reservado e mexa a té engrossar. Corrija o sal e coloque o molho branco sobre o bacalhau. Polvilhe com parmesão ralado misturado com farinha de rosca e leve ao forno até dourar.

3. Cuscuz de camarão

Eu não sei vocês mas aqui em casa o cuscuz faz as vezes de uma refeição completa. Eu sirvo com uma saladinha e o almoço ou jantar está pronto.

Comece decorando a forma. Pegue uma forma de buraco no meio e unte-a com azeite. Arrume camarões médios cozidos no vapor bem grudadinhos um no outro para dar o efeito bonito que vocês podem ver na foto, cubra os buracos entre os camarões com ervilha fresca ou congelada e milho verde. Se quiserem aquela decoração mais tradicional com rodelas de ovo cozido e de palmito, etc, esta é a hora de montá-la.

Em uma panela grande, doure camarões médios (eu uso uns 500 gr) até que fiquem rosa dos dois lados (não precisa dourar). Reserve.

Na mesma panela refogue cebola picada. Quando estiver mucha junte uma lata de atum escorrido, uma lata de milho verde, 1/2 xícara de azeitonas verdes sem caroço em rodelas e 1 xícara de ervilha fresca ou congelada refogue por 1 minutinho. Junte 1 lata de tomate pelado batido no liquidificador e deixe o molho apurar um pouco. Corrija o sal e retorne os camarões reservados para a panela.

Assim que o molho estiver grossinho, adicione 1 xícara de água e, assim que a mistura ferver novamente, inicie a adição de farinha de milho (eu uso aquela em flocos amarela).

Junte um pouco de farinha em forma de chuva e misture, adicione mais um pouco e misture novamente. Repita a operação até que a mistura solte da panela. Sabe como a gente vê o ponto do brigadeiro? Assim mesmo.

Deixe cozinhar por uns 3 ou 4 minutos, experimente o sal novamente e coloque a mistura na forma decorada. Coloque bolotas da mistura em todo o fundo para depois espalhar e alisar a mistura. Se for espalhar antes, a decoração ficará bagunçada.

Aperte bem o cuscuz na forma e dê pancadas com a forma na pia para eliminar possíveis bolhas de ar que poderão fazer o cuscuz desmoronar na hora de desenformar.

Deixe o cuscuz esfriar e vire-o no prato que irá servir.

Eu gosto dele com um molho ao sugo bem quente por cima. Se não achar uma boa ideia, simplesmente não coloque.

4. Salada de grãos com bacalhau, damascos e alho poró

Cozinhe o pacote de 7 grãos de acordo com as instruções da embalagem. Retire da panela e coloque num prato para esfriar.

Dessalgue, cozinhe e desfie 350 gr de bacalhau (ou se preferir compre já desfiado e dessalgado. Mas cuidado com as espinhas de qualquer maneira).

Fatie 2 cabeças de alho poró e lave bem para eliminar todos os resquícios de terra. Aqueça azeite numa panela e leve o alho poró ao fogo. Deixe refogar até que ele esteja bem cozido e macio, mas sem dourar. Retire e reserve.

Na mesma panela aqueça mais azeite, doure 1 colher de sopa de alho e adicione o bacalhau desfiado, refogue por 2 minutos, adicione 3 colheres de sopa de azeitona picada e 3 colheres de sopa de salsinha picada. Misture e retire do fogo.

Na hora da montagem coloque os grãos, o bacalhau e o alho poró numa tigela. Junte 3/4 de xícara de damasco picado. Misture bem, tempere com azeite, experimente e corrija o sal (ha bacalhau mais salgado e menos salgado). Misture novamente e leve à geladeira até a hora de servir (pode ser feita até 2 dias antes da festa que fica deliciosa).

5. Terrine de ricota, salmão defumado e ervas

Unte uma forma de bolo inglês de 23 cm de comprimento com óleo. Revista a forma (parte interna) totalmente com filme plástico, deixando bordas de filme para fora, e unte novamente com óleo e reserve.

Numa tigela esfarele uma ricota de aproximadamente 500gr, junte 3 colheres de sopa de azeite, 2 colheres de sopa de ervas (as que mais gostar: salsinha, tomilho, dill, manjericão) e sal. Só não recomendo alecrim por ser muito forte). Misture tudo muito bem. Adicione cream cheese até que fique firme mas sem aqueles grânulos típicos da ricota amassada. A massa deve ser mais lisa e você deve conseguir moldar uma bolinha com ela sem que a bolinha esfarele. Experimente e corrija o sal.

Arrume alguns pedaços de salmão defumado e algumas folhinhas da erva que usar no fundo da forma. Coloque metade da ricota e pressione bem. Recheie com salmão defumado (200gr são suficientes para decoração e recheio) e complete com a segunda metade da ricota.

Dobre as bordas de plástico filme que sobraram para fora da forma sobre a ricota e pressione bem com a palma da mão. Isso elimina as bolas de ar e impede que a terrine se desfaça ao desenformar.

Leve à geladeira da noite para o dia.

Na hora de desenformar, abra o filme plástico, coloque o prato em que vai servir sobre a forma, puxe somente a forma com delicadeza e, por último, retire o filme plástico. Sirva imediatamente.

6. Bacalhau fresco assado com tomatinhos e manjericão com orzo (risoni)

Unte uma assadeira com azeite. Reserve.

Tempere 4 filets de bacalhau fresco como sal e pimenta do reino (opcional). Arrume-s na assadeira untada.

Entre os filets do peixe coloque 2 xícaras de tomates cereja inteiros e, por cima de tudo, jogue folhinhas de manjericão.

Regue tudo com 1/2 xícara de azeite e leve ao forno pré aquecido a 180 graus por aproximadamente 20 minutos (ou até o bacalhau começar a dourar nas bordas).

Para servir, coloque o orzo (massa em formato de arroz ou qualquer massa bem miudinha, como as que usamos em sopa) cozido no fundo do prato, arrume o peixe e os tomatinhos por cima e regue com o azeite da assadeira.

7. Lasanha de bacalhau com azeitonas

Em um refratário faça camadas de molho branco (não muito grosso), massa fresca para lasanha, refogado de bacalhau desfiado (com azeite, alho picado, cheiro verde picado e azeitonas verdes em rodelas) e muçarela. A última camada deve ser se muçarela. Leve ao forno pré-aquecido até começar a ferver e a muçarela de cima a dourar.

8. Tilápia ao molho de alcaparras, tomates recheados com couscous marroquino e salada verde.

Comece com os tomates que devem estar vermelhos e firmes. Retire a tampa deles e, com o auxílio de uma colher pequena, cave toda a semente e polpa, deixando os tomates totalmente vazios. Retire uma fina fatia do fundo para que este fique reto e os tomates parem em pé. Reserve.

Faça 1 xícara de couscous marroquino hidratado por 5 minutos com 1 xícara de água fervendo temperada com azeite, sal e pimenta do reino. Depois dos 5 minutos de hidratação, solte o couscous com um garfo e adicione raspas de limão.

Tempere as cavidades dos tomates com sal, pimenta do reino e um pouquinho de azeite. Preencha-os com o couscous preparado e leve ao forno por 10 minutos. Só para os tomates amolecerem um pouquinho.

Faça o molho do peixe. Derreta duas colheres de manteiga. Adicione 3 colheres de alcaparras escorridas, lavadas e escorridas novamente. Assim que a manteiga ferver novamente, desligue o fogo e adicione suco de 2 limões.

Grelhe os filets de tilápia temperados com sal e pimenta e sirva com o molho por cima acompanhados dos tomates recheados.

8. St Peter ao molho de laranja com gengibre com arroz de salsinha

Prepare a marinada numa travessa. Junte 2 dentes de alho amassados, 2 colheres de chá de gengibre fresco ralado ou 1 colher de chá de gengibre em pó, raspas e suco de 2 laranjas, 3 colheres de sopa de azeite, sal e pimenta do reino branca. Misture bem e arrume de 4 a 6 filets de St Peter na marinada. Cubra com plástico filme e leve à geladeira por aproximadamente 1 hora.

Pré aqueça o forno em 200 graus. Coloque papel manteiga e unte-o com azeite no fundo de um refratário em que caibam os filets sem sobreposição.

Coloque a marinada sobre os filets de peixe e asse por aproximadamente 15 minutos ou até que o peixe esteja cozido.

Sirva o filet de St Peter com arroz branco misturado com salsinha picada regado com o molho que se formou na assadeira.

9. Moqueca de cação, arroz branco e salada

Unte uma panela funda (se for de barro mais gostoso ainda) com óleo (ou dendê, se gostar) faça camadas de cebolas em rodelas, tomates em rodelas, postas de cação temperadas com sal e pimenta do reino, rodelas de pimentão (eu gosto de por de várias cores). Tempere com sal, pimenta do reino, cheiro verde, coentro (se gostar) e pimenta dedo de moça picada sem sementes (também se gostar).

Tampe a panela e leve ao fogo baixo. Quando os vegetais começarem a ficar macios, adicione 1 garrafinha de leite de coco com 1 colher de sopa de maizena diluída nela. Aumente o fogo e deixe ferver até os vegetais ficarem macios e o peixe cozido.

Se não gostar de cação, use outro peixe. Adicione camarões para a gostosura ficar completa.

10. Salmão grelhado com molho de mostarda, batatas sauté e salada de funcho ralado com vinagrete de limão siciliano.

Numa panela aqueça creme de leite até começar a formar bolinhas na borda da panela. Junte mostarda (eu costumo usar Dijon), misture e deixe levantar fervura. Adicione um pouco de mel e corrija o sal (lembre que a mostarda já é salgada). Reserve.

Tempere os toletes (pedaços individuais) de salmão com sal dos dois lados. Unte uma frigideira anti aderente com óleo e, em fogo médio, grelhe o peixe. O salmão resseca quando muito cozido. Procure não deixar ficar passado demais, a não ser que você goste dele ressecadinho.

Aqueça o molho e sirva sobre o peixe.

11. Arroz, peixe a fiorentina, batata frita e saladinha

Cozinhe 1 maço de espinafre no vapor, deixe esfriar, esprema com as mãos para eliminar todo o líquido e pique bem miudinho. Reserve.

Tempere os filets de peixe (st peter, pescada, robalo) com sal e pimenta do reino branca.

Grelhe numa frigideira com azeite e arrume-os num refratário.

Faça um molho branco: derreta 2 colheres de manteiga, adicione 2 colheres de sopa de farinha mexendo vigorosamente. Refogue até a farinha cozinhar. Coloque 1 xícara de leite frio ou gelado e mexa sem parar. Deixe engrossar. Junte mais leite aos poucos até conseguir a consistência de um mingau grossinho. Tempere com sal e noz moscada ralada. Junte o espinafre reservado à panela do molho. Misture bem e coloque sobre os filets de peixe no refratário.

Leve ao forno pré aquecido até começar a dourar. Sirva com arroz e batata frita.

12. Filets de St Peter empanados no fubá com molho de camarões e arroz a grega

Tempere os filets de st peter com sal, pimenta do reino branca e um pouco de óleo.

Passe os filets pelo fuba e aperte bem. Aqueça bastante óleo numa frigideira e frite os filets aos poucos. Deixando-os bem dourados.

Em uma panela, aqueça um pouco de óleo e doure os camarões dos dois lados. Reserve.

Na mesma panela refogue cebola e alho picados, adicione polpa de tomate e deixe cozinhar até engrossar. Retorne os camarões para a panela, acrescente salsinha picada e corrija o sal. Sirva este molho sobre os filets de st peter.

Para o arroz refogue cebola, cenoura, pimentão e vagem picados bem miudinhos. Tempere com sal e, assim que os vegetais estiverem macios, junte arroz cozido e misture bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s